Relatos

Tocar, sentir e viver o ensino brasileiro

Questionei uma vez, um professor, levantei uma discussão do por que o material trabalhado em sala para acompanhar os conteúdos, era tão mal feitos e desorganizado e rapidamente recebi a justificativa padrão de todos os professores, ele iniciou falando de suas habilidades teóricas, que seu conhecimento era mais importante que o visual do seu material, logo passou a comentar do quanto era humano e que não podia dominar todas as áreas de conhecimento, que se perdesse tempo deixando as apostilas, slides e fichamentos visualmente bonitos, os matérias teriam pouco conteúdo, já que não teria tempo de organizar o que era essencial para seus alunos.

Escutar que o visual era perda de tempo e que não acrescenta nada ao ensino, é uma afirmação que preocupa, a sociedade necessita cada vez mais de incentivo visual para absorver conhecimento, as informações dadas de forma pouco criativa, deixaram de ser prioridade para o foco de nossas atenções, quanto mais a tecnologia evoluir e nos adaptarmos a ela mais necessário será ter poder visual para atribuir conteúdo em qualquer tipo de ambiente, então aceitar que o auxílio visual tem que ser prioridade na criação de material didático, é prioritário e urgente, não estamos falando em usar imagens ou ilustração, quando falamos de poder visual em sala de aula nesse momento e para o futuro, estamos falando em sentir, ouvir e tocar naquilo que se é falado em sala de aula, ter o contato próximo com aquele conteúdo, com aquela descrição de experiência e ainda trazer as experiências dos alunos para a análise, colocar a vivencia como teoria, estruturando a ideia de que professor ensina e aluno escuta e aprende.

O ensino aos poucos e muito rapidamente está quebrando uma barreira preocupante para os mentores que não estiverem preparados, a barreira da sala de aula, todo um mundo deve fazer parte da imersão no conteúdo, a teoria necessita ser aplicada e comparada a realidade atual do grupo e a tecnologia tem que ser parte dessa imersão.

Gabriel Damazio

Graduando em Comunicação Social com ênfase em Educomunicação, técnico em Informática para Internet, e ainda participante em pesquisas na área de modalidades de ensino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *